2 de jan de 2013

Ação Amorosa


http://www.psicoanalitica.com.br/Imagens/uniao_dos_opostos.jpg

30 - Disse Jesus: onde há três deuses, há deuses; onde há dois ou um, estou com ele.

Deuses, na linguagem esotérica de Jesus, são manifestações individuais da Divindade Universal. Ele mesmo se chama “Deus”, e chama “deuses” os homens: “vós sois deuses”, isto é, emanações individuais da Divindade.

Há quase 2000 anos que os teólogos discutem se o Cristo era Deus; uns afirmam, outros negam – e não chegam a um acordo. Mas, pelo Evangelho, é evidente que ele se chamava Deus; nunca, porém, se identificou com a Divindade, que ele chama Pai: “Eu e o Pai somos um, o Pai está em mim e eu estou no Pai – mas o Pai é maior do que eu”. Logo, ele é Deus, mas não é a Divindade; ele é um Deus-creatura, não a Divindade-Creadora. Neste sentido escreve Paulo de Tarso: “O Cristo é o primogênito de todas as creaturas”.

Logo, o Cristo é creatura, mas não deixa de ser Deus. Há muitos deuses, há uma só Divindade.
Quando um ou dois homens se afastam da ruidosa sociedade e entram na silenciosa solidão, então percebem eles a presença do Cristo. Esse Cristo está conosco todos os dias até a consumação dos séculos; mas nem sempre o homem tem consciência da presença do Cristo. Para conscientizar o Cristo presente, deve o homem afastar-se temporariamente do ruído da sociedade e entrar no silêncio da solidão.

Esse silêncio, porém, não é apenas material, mas também mental e emocional.
Quando o ego se esvazia de todo e qualquer ruído material-mental-emocional, então entra ele no silêncio total, e então pode ser plenificado conscientemente pela plenitude do Cristo.
O ego-esvaziamento preludia a Cristo-plenificação.

Quando o silêncio e a solidão atingem o seu clímax, então desaparece toda a pluralidade e toda a dualidade, e impera a suprema unidade: Deus-Eu-Universo – tudo é um. Quando o homem se diviniza, ele se universifica. Todas as pluralidades e dualidades se afogam numa unidade cósmica.

+ Uma Dimensão Diferente

 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...