30 de abr de 2013

Marcas da Felicidade


 http://2.bp.blogspot.com/-Hf3zF5Oaqcw/TvdYqXBzlgI/AAAAAAAAAYo/1i9egZvyNbk/s1600/mente-humana-11.jpg

109 - Disse Jesus: O Reino é como um homem que tinha um tesouro (escondido) no campo, sem sabê-lo. E (depois) de sua morte, deixou-o a seu (filho). (O) filho, que também nada sabia (sobre ele), recebeu o campo e vendeu-(o). E quem o comprou, enquanto arava (encontrou) o tesouro.

 Tesouros espirituais não são transmissíveis de pai a filho. O tesouro espiritual só pode ser descoberto quando se ara devidamente o campo, atingindo as profundezas ocultas do ser humano.

No presente estágio da evolução humana, só é transmissível de pai a filho a faculdade mental, mas não a experiência espiritual. A experiência espiritual é uma conquista da consciência individual de cada um, e não um patrimônio racial. Homem espiritual não gera filhos espirituais. Por vezes até acontece o contrário: que um santo tenha filhos celerados.

A faculdade mental já é um patrimônio humano tão antigo que ela é transmitida automaticamente de pai a filho, não o grau da intelectualidade mas a simples faculdade intelectual. Isto indica que a intelectualização do homem já vem de eras remotíssimas, ao ponto de serem os genes e cromossomos afetados por essa faculdade.

A espiritualidade, porém, é uma conquista tão recente e ainda tão limitada a poucas pessoas que não afetou os elementos genéticos. Não sabemos se numa humanidade futura, pais espirituais terão filhos espirituais. Isto só aconteceria se a humanidade total fosse altamente espiritualizada.

Por enquanto, cada indivíduo tem de “arar” o seu próprio campo humano para descobrir o tesouro oculto, que existia também nos antigos possuidores do campo, mas não foi descoberto e devidamente conscientizado por eles.


http://shaktisadhana.50megs.com/images/cakra/somachakra.jpg
Sahashara




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...