23 de abr de 2013

Filhotes de homem


 http://4.bp.blogspot.com/_uYNV0jAJyk0/SErIly_0JVI/AAAAAAAAAN4/e_ywrqdE69I/s400/harpocrates2.jpg

106 - Disse Jesus: Quando fizerdes um de dois, tornar-vos-eis Filhos do Homem; e se disserdes montanha mova-te, ela se moverá.

Com estas palavras celebra Jesus a onipotência da fé.

Mas essa fé onipotente depende do fato de o homem unificar a sua dualidade.


No princípio, o homem se sente como uma dualidade: corpo e alma. Enquanto não houver perfeita unidade e harmonia entre o elemento humano e o elemento divino da natureza humana, não haverá poder espiritual.
Fé, ou fides, quer dizer fidelidade, harmonia, sintonia. Quando o ego humano se integra totalmente no Eu divino, então aparece o “Filho do Homem”.


E então será o homem, assim cristificado, senhor de todas as forças da natureza.


Toda a nossa impotência vem da nossa falta de unidade. A nossa dualidade heterogênea é o motivo da nossa fraqueza. Pela fé nos fidelizamos ou harmonizamos com as forças cósmicas do Infinito – e então toda a nossa impotência culminará em onipotência.



+ Sete Sermões aos Mortos - C. G. Jung
+ A Hipóstase dos Arcontes

 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...