15 de abr de 2013

Mãos e Vozes



Shákti - Durga


101 - Quem não abandona seu pai e sua mãe, como eu, não pode ser meu discípulo. E quem não amar a seu Pai e a sua Mãe, como eu, esse não pode ser meu discípulo; porque minha mãe me gerou, mas minha Mãe verdadeira me deu a vida.

http://3.bp.blogspot.com/-AZeiZcs8d94/UFTwUQQbUYI/AAAAAAAAS_4/F_AgjFBFPhA/s1600/Tibetan+mandala+of+the+Naropa+tradition.+Vajrayogini+stands+in+the+center+of+two+crossed+red+triangles+-+19th+Century.jpgContinua nestas palavras o mesmo paralelo iniciado em textos anteriores. O verdadeiro discípulo de Cristo deve ter mais amor ao seu Eu divino do que a qualquer ego humano. O nosso ego nos foi dado por nossos pais, ao passo que o nosso Eu é uma emanação da Divindade.

No ocidente costumamos chamar a Deus “Pai”, ao passo que os orientais o consideram “Mãe”. Tomé, que, segundo a tradição, viveu na índia, usa a linguagem oriental, vendo em Deus também sua Mãe. De fato, tratando-se da Divindade Universal, não é absurdo falar em Deus-Pai e Deus-Mãe, uma vez que no Universo tudo é bipolar, masculino-feminino. A Divindade é nosso princípio vital gerador, que em si sintetiza tanto o doador paterno como o receptor materno. A igreja cristã ortodoxa considera o espírito santo como Hágia Sophia (Santa Sabedoria), como um princípio vital feminino.

Falando com acribia filosófica, a Divindade não é síntese, mas é a grande Tese, anterior a qualquer antítese e síntese; o Uno Absoluto da Tese Imanifesta, que se manifesta sem cessar no Verso Relativo de antíteses e sínteses, que, no mundo orgânico, são os pais gerando o filho. A Filosofia Univésica apresenta o Universo como a eterna Tese do Uno que se revela nas antíteses e sínteses temporárias do Verso, realizando o Universo.

Quem nunca teve experiência mística da sua alma, e só conhece o seu corpo, dificilmente compreenderá essa insistência de Jesus no supremo amor das almas, que nasceram de Deus e são filhas da Divindade.

http://gnosticwarrior.com/wp-content/uploads/2013/03/Mary-Ark-of-the-Covenant-Monstrance.jpg
Shekinah



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...